Com o veto ao Art.16 da lei nº14.026/2020, companhias estaduais de saneamento devem procurar novos caminhos.

Nem todas as companhias estaduais tem capacidade de estabelecer parcerias para continuar no mercado. O que fazer?

O Jornalista Flávio Gomes de Barros, na edição da revista Alagoas S/A, nº 51, de agosto de 2020, abre espaço para que questões locais e nacionais sobre a prestação dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário, sejam tratadas num entrevista com perguntas objetivas sobre o que esperar dos próximos anos para Maceío, Alagoas e Brasil.

Na página 16, abordamos as questões locais e sua relação com o chamado “novo marco regulatório”, além de aspectos relacionados com prestação local dos serviços.

O jornalista Flávio Gomes de Barros segue de parabéns por continuar explorando o tema saneamento.

ALAGOAS S.A. 51 – 36 páginas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *